sábado, março 17, 2007

UM ELOGIO À SINCERIDADE

Certos professores falam o que bem entendem sobre seus alunos. Não perdoam as verdadeiras asneiras que eles, às vezes, são capazes de pensar, e o que é pior, dizer, sem o menor receio, pra todo mundo ouvir. Espalham as ‘pérolas’ expondo os aprendizes à execração pública sem preocupar-se com as possíveis conseqüências de tal ato.

Se um estudante sentir-se no direito de reclamar, a conseqüência pode ser um problema com a instituição que emprega o professor. Um emprego em jogo. Uma cabeça em jogo.

Mas nada pode ser pior do que perder pra sempre um aluno. Um professor pode ser adorado por centenas, milhares de estudantes, por conta de suas aulas! Porém, se ele perde a atenção e o carinho de um só aluno, que se sinta ofendido ou magoado com a esculhambação promovida contra si pelo mestre, o sujeito não merece, na minha opinião, o título que carrega.

Muito mais do que reprodutor do conhecimento, o professor deve cativar o aluno, dar-lhe auto-estima e apoiá-lo no processo de crescimento. É aí que reside o princípio fundamental da educação, ao meu ver.

Então, hoje, venho fazer um elogio à sinceridade. Do aluno. E não do professor, que tem a obrigação ética de guardar certas reflexões para si e expô-las, no máximo, em seu papo de esquina, de botequim, e, ainda assim, só depois de bêbado. Sóbrio, nunca!

Em dia de teste ou prova, o professor, mais do que nunca, transforma-se numa estrela. É o mais cobiçado dos seres da Terra. Extremamente comum ouvirmos frases, sinceras, como as que ouvi nesta última quinta-feira, quando eu apliquei teste:

- Professor, hoje você está, especialmente, bonito!

Um comentário lisonjeiro buscando simpatia, embora incompatível com meu aspecto de ogro, cabelos sem cortar desde o Natal e cara amassada às 07:45 da manhã. Revela um aluno tranqüilo porém perspicaz, que estudou mas quer se garantir por todos os lados.

- Você quer um bolinho de chocolate Ana Maria?

Uma tentativa sutil de comprar o professor, especialmente um gordo como eu, mas que não chega a ser um ato mau caráter, como podem pensar. Este também está se cercando mas deve ter estudado menos já que está arcando com um prejuízo pra se dar bem na avaliação.

- Mestre! Eu te amo, meu querido! Você é o melhor professor do mundo!

Revela um sujeito completamente desesperado. Não sabe patavina da matéria e parte pro apelo emocional.
Um ser sincero.

Embora pareçam sonsas e dissimuladas, essas frases transparecem a mais profunda sinceridade.

Mas nada disso foi mais sincero do que a frase proferida por um deles, durante o teste. Embora a avaliação esteja clara, sem nenhum erro de digitação, com idéias precisas e tudo mais, tem sempre aquele aluno que te chama na mesa pra perguntar qualquer coisa. E eles não são poucos. Como, em certa turma, os chamados já eram muitos, e nenhum foi atendido, para evitar novos chamados, resolvi dirigir-me à turma inteira pra dizer que não iria à mesa de ninguém. Utilizei a seguinte alegoria:

- Queridos, durante o teste esqueço tudo. Não vou responder nada pois não sei nada. Depois eu aprendo novamente.

E o aluno, na lata e sem perda de tempo, emenda:

- Eu também!

É o mais sincero que já conheci até hoje.

Um abraço, sincero, do tamanho do Subúrbio!

15 comentários:

DJ GARFIELD disse...

O do "Mestre! Eu te amo, meu querido! Você é o melhor professor do mundo!"

Pode ser tipo assim:
Aluno: Prof, te amo!
Prof: Vc quer oq?
Aluno: Meio Ponto!

Ou ele querer deixar em maneira oculta: "Tô falando isso aqui agora, mas lembre-se disso na hora de corrigir o meu teste hein!"



uhauhahuahuahuahuhaa



Valeu, prof. !

Abraço!

Karla 101 disse...

aaaahahahhahahahaha !
Aaai professor, to rindo muito com o "você quer um bolinho de chocolate Ana Maria?"
Imagina-se de cara a expressão de cachorro perdido e ao fundo aquela esperança de ser consideirado na cara do iondivídio . Afinal, quem não quer um bolinho de chocolate ana maria !?
hahahahaha !
Muuito booom professor !
Ps: me amarro nas suas aulas, mas cheeeeeeeeeega de leitura de livro !
Uffaa.. hahahahaha !
Beijos .

Jéssica Giroto - 101 disse...

hahahahahaha ..
Incrível a sinceridade dos alunos, Meu Deus !
A sinceridade é sempre a melhor opção né ? Como no caso daquele soldado das baratas gigantes e SUICIDAS ! hahahahahahahhaa ..
Me divirto , e concordo com a Karlinha , tuudo menos leitura do livro =/ cheega ! hahahahha ..

João ´´Natal´´ 102 Tijuca disse...

´´Uma tentativa sutil de comprar o professor, especialmente um gordo como eu, mas que não chega a ser um ato mau caráter, como podem pensar. Este também está se cercando mas deve ter estudado menos já que está arcando com um prejuízo pra se dar bem na avaliação.

- Mestre! Eu te amo, meu querido! Você é o melhor professor do mundo!

Revela um sujeito completamente desesperado. Não sabe patavina da matéria e parte pro apelo emocional.
Um ser sincero.´´


realmente muito sincero esse ser...
fui eu né! =)

Mas pode apostar que é sincero haha porque já passou o teste e reafirmo! Mestre! Eu adoro! (Te amo é muito forte...exagerei nessa!), você é o melhor professor do mundo! hahaha

Isso ai professor! muito bom o seu texto...infelizmente é a verdade!

um grande abraço!

Morena dos brincos gigantes. disse...

AUAHUAHUAHUHUAHAHAHAUHHUHHUA!!!

Cara tenho q admitir q a do bbolinho ana maria foi o melhoor!


Mas nao posso negar q naquele dia vc tava um chuchcuzinho profesor!


HAUHAAHUAHAUHAUHUAHA!! Nao sei se foi pelo fato de ter um envelope azul chamex na sua mao ...UHAUHAUHAHAHAH! Bricadeira professor,mas nesse momento sinceridade é TUDO


Bjão;*

Guilherme "guizinn" 102 tijuca disse...

Bolinho de Ana maria....putz´s nunca tinha pensado nisso!
huhuhuuhuhu

vc gosta d Ana maria?huhuhuuuh

Eu me lembro do garoto falando que tb c eskecia d td dah materia!!huuhuhhuhuhhu
poxa pelo menos ele foi sincero...!

Abraços professor continue postando assuntos interesantes!

João Pedro , 102 disse...

E professor!!
vc colocou mesmo!!!
ahahhaha

apesar de nao saber ainda como fui no texte , confesso q fiquei com certo orgulho dessa perola =D

que digasse de passagem foi a melhor ;]

abraçoo fessor, seu blog tah showw!

Felipe disse...

Professor, muito bom o texto, gostei!
hahahaha
=)

Natali Toscano e Diego...entre aspas... disse...

Querido professor.
AMEI saber que o que eu te disse a respeito do bolinho Ana Maria está no seu blog! Só faltava escrever feito por Natali Toscano haha!

Está muuito legal seu blog! :)
Beijão!

"Natali, passei pra cá o teu comentário. Da próxima vez, juro que dou nome aos bois. Bjo!"

Jessica Lima 101 disse...

é a sinceridade dos alunos ph é incrível
ahuahuahuahauhaa
adorei prof!! vc esreve muito bem!!
beijos =)

luis felipe_102 disse...

Hauhauhauahaaa
aee professor muito bom o texto, parabéns
melhor do que esse texto só mesmo vendo o joao lançar ao vivo aquela do teste huahaua
muito comedia o da ana maria hauhaua
Parabens profesor, valeu abraço !

Larissa Moreira disse...

"Inenarrável" essa história! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esse garoto do "Eu tb" foi demais. Muita espirituosidade para uma só pessoa. Mas seu texto o tornou melhor. Nota 10!

Beijos da sua irmã-fã.

Clélia Riquino disse...

E por falar em "abraço do tamanho do subúrbio", Diego... Posso cantar mais uma (qu'eu adoro)? Na voz de Ceumar:

Alguém total
Dante Ozzetti & Luiz Tatit


Vem me abraçar, vem
Vem reparar bem
Quem é que abraçou quem
Pois vou lhe abraçar também

Quem dá um abraço
Não sabe se deu
Ou se devolveu
Ou se perdeu

Quando o abraço sai de alguém e não volta
Não envolveu
Anunciou
Renunciou
Dissolveu

Quem quer um pedaço
Um pouco de alguém
Abraçando tem
E ainda mais

Se o abraço for além de um minuto
Aí é fatal
Envolveu
Você tem
Um alguém total

obs.: Se você gosta do Tatit (e da Ceumar), dê um pulinho no Achados & guardados e veja/ouça alguns posts sobre ele(s).

'té +!
um abço de + de um minuto pra você,
Clélia

Diego Moreira disse...

Que beleza!

Na umbanda, às vezes, cantamos assim:

"Um abraço dado
De bom coração.
É mais do que receber
De Zambi uma Benção".

Ah, de pouco em pouco, vou revirando seus achados e guardados. Na certa vou descobrir muita coisa que não conheço. Coisas boas...

Abração!

Clélia Riquino disse...

Bonito isso!

Vá, sim... Será sempre bem-vindo!

bjo,
Clélia