quarta-feira, julho 22, 2009

PAPO DE SUBURBANO - NO BUTECO, SOBRE FUTEBOL

- Fala, Jorge! Como é que é? Me dá uma cerveja aí!

- E aí, Joacir! Vai beber o que?

- Ué, Jorge! Eu não falei pra tu me dar uma cerveja, pô?

- Eu sei, porra! Mas que cerveja?

- Sei lá! A mais gelada, caralho! Tu sabe que eu não tenho essas frescuras!

- Ih!.. O que que é? Tá de ovo virado, Joacir?

- Tô.

- E eu posso saber por que?..

- Porque você ainda não me deu a porra da ceveja que eu pedi!

- Caralho, tu é chato pra caralho, hein... Pior que você só esse que tá chegando aí...

...

- Como é que é, Joacir? Maré mansa?

- E aí, Valtinho? Beleza, malandro? E o Vasco?

- Tá tudo beleza, menos o Vasco, né, meu cumpadi.

- Ah! O time do Vasco tá uma merda!

- E que time que não tá uma merda, ô Joacir? Que time que não tá uma merda, pô?!

- Como assim? O Flamengo tá ganhando direto, Valtinho!

- Mas não tem nada que preste, Joacir! Só perna de pau em tudo que é time!

- Isso é verdade! O que tem por aí é tudo muito mais ou menos...

- É isso que eu tô falando, Joacir! Só tem perna de pau! Quando aparece um que é "menos pior", vai logo pro estrangeiro, malandro!

- É. Aqui só fica a escumalha!

- Só.

- E pensar que o Vasco já teve um timaço, hein...

- O Expresso da Vitória!

- Porra, aquele time só tinha craque, hein, Valtinho?

- Ô!.. Meu irmão, ali tinha Friaça, Djalma...

- Maneca, Chico...

- Tinha o Ademir! O Ademir!

- Um gênio!

- De 1947 até 50 não tinha pra ninguém! O Vasco foi a base da seleção de 50.

- É mermo? Com quantos?

- Sei lá, porra! Vários! Quer ver?

- Eu só lembro do Ademir, do Maneca e do Chico! Quem mais naquele time era do Vasco?

- Friaça...

- Ah, mas não era mesmo! Em 50 o Friaça jogou no São Paulo e na Ponte Preta. Só voltou pro Vasco em 51.

- Foda-se! O cara jogou uns dez anos no Vasco! O Friaça é do Vasco!

- Tá, quem mais, Valtinho? Quem mais?

- O Augusto, o Danilo e ainda tinha o Barbosa!

- Aquele frangueiro!

- Ah, não fode, Joacir! O Barbosa era um monstro no gol!

- Um monstro? É, deve ser! Ele espantou o Brasil inteiro, o mundo inteiro, com aquele frango horroroso!

- Tá de sacanagem! O Barbosa foi um dos maiores goleiros do Brasil em todos os tempos! Saía bem do gol, se posicionava bem, não tinha frescura pra bola perigosa nem o caralho... Quem perdeu aquele jogo foi o Flavio Costa!

- O técnico?

- É!

- Porque?

- Porra, tu não sabe, Joacir?

- Não sabe do que, caralho?

Ele mandou o time inteiro passar duas horas em pé na manhã do jogo rezando na porra de uma missa.

- Não fode?

- Tô te falando, rapá!

- Caralho, cara...

- É mole?

- Duas horas de pé, Valtinho?

- Ahan.

- Na Missa?

- Vê se pode?

- Valtinho, eu tenho que ir pra casa.

- Porque?

- Acerta essa cerveja com o Jorge pra mim?

- Tá, mas porque você tem que ir embora, malandro?

- Tenho que dizer agora pra minha mulher que nunca mais eu vou pra Igreja com ela. Nunca mais, Valtinho! Nunca mais!

3 comentários:

Ana Carolina disse...

Agora, qnq Dova Eva quiser me levar à missa, vou usar essa desculpa!

Pedrov disse...

Adoro quando você posta esses diálogos. É neles que percebemos de fato a sua "verve suburbana", seu blog é real e atual. Parabéns

um abraço do seu (ex)aluno: Pedro gomlevsky.

Raphael Katyara disse...

Ainda bem que tou virando ateu. Pelo menos, desde Dawkins. hauhauhauah

Excelente texto, camarada!