terça-feira, junho 17, 2008

QUEIMADAS NA FLORESTA DA TIJUCA

A expansão das favelas na cidade do Rio de Janeiro é fruto de um crescimento urbano totalmente desorientado pelo poder público e que regula-se ao sabor da especulação imobiliária comandada pelo grande capital, que impõe aos pobres a exclusão espacial em áreas periféricas.

Evitando o distanciamento extremo, a população opta por ocupar áreas ingremes da cidade, contribuindo para a expansão do desmatamento nessas encostas, o que além de agravar a situação ambiental urbana, tende a tornar aquele espaço uma área de risco propensa a desmoronamentos.

As imagens a seguir mostram o surgimento de uma favela no bairro da Tijuca, em uma encosta que está sendo desmatada através de queimadas cada vez mais frequentes. Observe.

[As linhas vermelhas demarcam a área ocupada pela favela. As linhas amarelas demarcam a área disponível para a expansão da favela]

Este vídeo mostra o momento em que ocorreu a última queimada, realizada no dia 15/06/2008.


Lamentável.

3 comentários:

Ana Carolina disse...

Realmente, essa situação é lamentável.

Diego Moreira disse...

É. E dá angústia achar que ninguém está vendo o que está acontecendo.

bárbara alencar disse...

realmente um absurdo .. o desmatamento esta avançando sem controle e daqui a pouco a estrada do alto da boa vista será rodeada apenas por favela em vez de arvores ... é uma situação deploravel.