segunda-feira, outubro 27, 2008

SOBRE O RESULTADO DAS ELEIÇÕES NO RIO

Pesquisei no site do TRE-RJ e no site Raio X da Eleição (do UOL) os números do pleito desse último domingo que elegeu Eduardo Paes para prefeito da cidade do Rio de Janeiro de 2009 até 2012. E foi possível identificar claramente o que já se sabia: vivemos em uma cidade partida e tal divisão se manifestou nos números dessa eleição. Vejam os dados por zona:

Zona Central
Paes - 50,2%
Gabeira - 49,8%


Zona Sul
Paes - 29,4%
Gabeira - 70,6%

Zona Norte
Paes - 51,6%
Gabeira - 48,4%

Zona Oeste
Paes - 57,5%
Gabeira - 42,5%

Vamos às primeiras considerações.

No Centro, houve forte equilíbrio entre os dois candidatos com diferença muito pequena a favor de Paes. O novo prefeito ganhou melhor (56% a 44%) na Zona Eleitoral 02, do Centro, enquanto Gabeira ganhou melhor (57% a 43%) na Zona Eleitoral 204, da Saúde.

Na Zona Sul, a vitória de Gabeira foi incontestável. O candidato do Partido Verde ganhou em todas as Zonas Eleitorais, com grande diferença para Eduardo Paes, que conseguiu no máximo 40% dos votos na Zona Eleitoral 164 (Laranjeiras), enquanto Gabeira conseguiu até 76% dos votos, nas Zonas Eleitorais 16 (Laranjeiras) e 212 (Jardim Botânico).

Na Zona Norte, ao contrario do que se alardeou, a vitória de Paes não foi tão larga quanto se esperava. A maior vitória do novo prefeito, na Zona Norte, ocorreu na Zona Eleitoral 118, em Cascadura, com 65% dos votos. Na porção mais próxima ao Centro (Tijuca, Maracanã, Vila Isabel e adjacências), Gabeira ganhou com larga vantagem a exemplo da Zona Eleitoral 07 (Tijuca) com 70%, da Zona Eleitoral 228 (Maracanã) com 69% e da Zona Eleitoral 173 (Vila Isabel) com 68%. As outras áreas do Subúrbio que elegeram Gabeira foram o Méier e Del Castilho. No entanto Paes ganhou mais votos na maioria das Zonas Eleitorais que cobrem bairros como Anchieta, Marechal Hermes, Olaria e Madureira.

No entanto, a vitória de Paes só se confirmou efetivamente com os votos do grande colégio eleitoral da Zona Oeste. A votação mais expressiva de Gabeira nessa área foi na Zona Eleitoral 119, da Barra da Tijuca, onde obteve 70% dos votos. Gabeira também ganhou nas outras três Zonas Eleitorais da Barra (09, 13 e 179). Mas perdeu em todas as outras 27 Zonas Eleitorais da Zona Oeste, onde a maior vitória de Paes ocorreu na Zona Eleitoral 241, de Santa Cruz, com 66% dos votos.

Alguns detalhes importantes: dos 4.579.365 de eleitores, apenas 3.652.115 compareceram e manifestaram sua vontade escolhendo um prefeito ou votando nulo ou em branco. Foram mais de 900 mil ausências de eleitores, entre eles os idosos e os que viajaram para aproveitar o feriado do serviço público dessa segunda-feira. No entanto, a diferença entre os dois candidatos no final do pleito foi de pouco mais de 55 mil votos. O voto em branco ou nulo registra uma posição política, um desejo de não escolher nenhum dois dois candidatos. Já o número de ausências diante da pequena diferença entre os candidatos comprova que a situação poderia ter sido diferente.

3 comentários:

Sandro disse...

Fala Diego,
esse feriado do serviço público que era para ter acontecido hoje, dia 28 de outubro, mas foi adiantado de maneira esperta, apesar de legal pela lei, se não me engano, sujou a disputa. O número de ausêntes prova que o resultado poderia ser diferente.

Este país só nos faz perder as esperanças de possível melhora.

Diego Moreira disse...

Pois é, meu velho. O que me preocupa nessa história não é nem a questão da escolha feita pela maioria mas a recusa de uma parcela da população em participar do processo democrático, ainda que fosse para votar em branco ou nulo.

Abraços!

Felipe Damico disse...

Eu voto na 02.. é são cristóvão e caju... so que a sede da zona(onde se tira o titulo) fica na saude...